PATTY DIPHUSA

PATTY DIPHUSA de Pedro Almodóvar
Teatro
Dia  13  e 20 Abr. (Sex) |  22h | 3€

Patty Diphusa é um alter ego do Almodóvar dos anos 80. Através dela, o autor deu rédea solta à sua veia mais desbragada, narrando uma sucessão de histórias urbanas, “calientes” e improváveis que fizeram as delícias dos leitores de La Luna.
Patty é um fenómeno sexual e social: devoradora de homens e marisco, ícone sexual, estrela porno, colunista visionária, artista de vanguarda e menina desorientada.
Patty é um sonho erótico delirante, é a mulher que todos os homens gostariam de ter tido, pelo menos uma vez. É maior que a vida. Não é uma mulher, são todas. O seu discurso, frontal e caótico, sempre na primeira pessoa, não cabe numa só personagem, pelo que será desdobrado numa sucessão de curtos monólogos intercalados com momentos de contracena. E o público estará presente. Fará parte da cena e do cenário.
Descobrir Patty Diphusa será como levar um pontapé nos tomates.
Dos bons. E mais não digo.

autor  Pedro Almodóvar | encenação e adaptação Miguel Barros | interpretação Sofia Ribeiro, Silvia Soares, Sheila Totta | design Inês Moço Pereira | figurinos Paprika Barcelona | música Rui Melo | f otografia de cena Luís Mileu | imagem Tiago Martins | operação de luz e som Miguel Barros | cabelos Eric Ribeiro | produção Hipócritas Associação Cultural

Facebook

Este slideshow necessita de JavaScript.

About these ads