GAIOLA INDISCRETA: ATUM

two mens

GAIOLA INDISCRETA acolhe
AtuM Articulações Temáticas Unidas em Movimento
20 Maio (Seg.) | 22h | entrada livre

Exibição da curta-metragem “Eu não quero voltar sozinho” | After Stonewal | Tributo a Al Berto

Before Stonewall retrata a história da vida de homossexuais em 1969, na América do Norte, desde o motim que levantou debates e movimentos activistas que começam a surgir e todo o registo histórico e politico da época, as lutas, vitórias, questões neste vibrante momento de conquistas e derrotas atravessados ao longo dos anos em Nova York dos anos 60/70.

AtuM Articulações Temáticas Unidas em Movimento
Logo at.um (1)

É possível fortalecer a produção cultural de uma cidade, dialogar com o contexto atual e internacional mantendo uma vocação de proximidade com um público mais amplo? É possível incluir a criação artística junto a contextos políticos e sociais sem tornar a arte um espaço de assistência social, mas sim uma ferramenta de reflexão e produção de subjetividades com a contemporaneidade? Pensar em sexualidade é vincular a este pensamento paradoxos que extrapolam a via comum e estabelecida pela mídia de massa ou políticas opressivas instituídas pelo Capitalismo, ampliando uma reflexão sobre o indivíduo, a vida em sociedade e modelos de sustentabilidade. Pensar em indivíduo num coletivo de singulares, na abertura de espaço de interferência, intercâmbio, cooperações que fortaleçam o discurso crítico e o pensamento em artes.

At.uM propõe um modo descentralizado que inclui o criador, o pesquisador, o coletivo informal, amador, as estruturas e associações para coparticiparem de um projeto que propõem não se fixar num só lugar-espaço de ação e produção, capacitado junto à um tema de suporte (sexualidade e Gênero) pelo convite em praticar outros modos de imaginar, relatar, documentar e habitar diferentes modos de coexistir em sociedade.

At.uM Articulações Temáticas Unidas em Movimento, tem como característica práticas transdisciplinares entre conteúdos acadêmicos e artísticos que buscam impulsionar a relação entre investigação e criação incentivando colaborações e interferência como maneiras em enriquecer e aprofundar as questões inerentes ao contexto Sexualidade/Gênero – Teoria Queer, aproximando a participação de um público heterogêneo ao promover de modo regular ações no espaço urbano/público, espaços alternativos e a descentralização de atividades sociais e artísticas.

Procura desestabilizar as fronteiras entre criadores e investigadores, estúdio (espaço interno) e rua (espaço público e alternativo) gerando uma zona em que o debate e os ideais divergentes venham mover o lugar confortável de ação artística e teórica.

Traz como ação central a dedicação à criação artística e debates contemporâneos, ampliando o espaço de aprendizagem e promoção de valores à cidadania. Pensado como plataforma para a produção de conteúdos vinculados à temática central desta proposta a articulação entre artistas de diferentes faixas etárias e experiências diversas, fomentando a ação jovem, articulando uma programação para uma plataforma de conteúdos que busquem atividades participativas durante as etapas do processo de criação/pesquisa com demais estruturas, organizações, grupos informais e demais parcerias.

Contemplando a programação de circuito que opere vocacionado para o interesse teórico, filosófico, estético e académico em diálogo com práticas artísticas em que o espaço de representação pretende criar uma brecha de leitura/reflexão numa comunicação que é atribuída e construída junto ao outro, incentivando a partilha de experiência e acesso à zona de convívio que vem a ser fundamental para apropriação de tais assuntos. Oferecendo uma via para aproximação desta temática ao centro e uma visão renovada e caleidoscópica sobre as questões de Gênero – pensando arte como ferramenta para o conhecimento.

Sítio Oficial

 

Anúncios