AULAS DE COMBO E IMPROVISAÇÃO 2013/2014

carlos_barreto_aulas
COMBO E IMPROVISAÇÃO
Por marcação | (qualquer instrumento)
com Carlos Barretto

Mais informações sobre preços e inscrições aqui

CARLOS BARRETTO
Nasceu a 18 de Julho de 1957. Com 6 anos aprendeu a tocar guitarra, aos 10 passou pelo piano, no Conservatório Nacional, e mais tarde optou pelo contrabaixo. Depois de concluir o curso do Conservatório, foi aperfeiçoar a técnica instrumental na Academia Superior de Música de Viena de Áustria, estudando com o mestre Ludwig Streischer. De regresso a Lisboa ingressou na Orquestra Sinfónica da RDP e participou em concertos de Jazz com vários artistas.
Em 1984, mudou-se para Paris, para se dedicar inteiramente à música improvisada, onde teve ocasião de se apresentar em concertos, festivais, clubes de Jazz, emissões de rádio e televisão, com artistas de renome internacional. De novo regresso a Lisboa (1993). Formou os seus grupos, para os quais compõe, tendo vários CD’s em seu nome.
Horace Parlan, George Cables, Kirk Lightsey, Alain Jean Marie, Mal Waldron, Brad Mehldau, Lee Konitz, Barry Altschul, George Brown, Cindy Blackman, Joe Chambers, Jordy Rossy, Aldo Romano, Don Moye, Richard Galliano, Tony Scott, Glenn Ferris,Steve Grossman, Karl Berger, John Stubblefield, Steve Potts, Steve Lacy, Gary Bartz, Art Farmer, Jack Walrath, Marlon Jordan, John Betsch, Gerard Presencer, são alguns dos músicos com quem Carlos Barretto trabalhou.
Carlos Barretto conta entre os espectáculos e trabalhos discográficos dos grupos que lidera vários CD’s premiados, entre eles, «Impressões» (Movieplay), 1994; «Going Up» (Challenge – Dargil), melhor CD do ano e Prémio Luís Villas-Boas da Câmara Municipal de Cascais, 1996; «Suite da Terra» (BAB –Dargil), 1998 e «Olhar» (Up Beat), Melhor Disco de Jazz do Ano, 1999, de JazzPortugal.net e Prémio Luís Villas Boas. «Silêncios» (Foco Musical), 2000.

 

Anúncios