AULAS DE TEATRO DA MÁSCARA 2014

sofia_cabrita
TEATRO DA MÁSCARA
Qui. – 19h30 às 21h30 (início em Fev. 2014)
com Sofia Cabrita
Mais informações sobre preços e inscrições aqui

SOFIA CABRITA
Licenciada pela ESTC em Teatro – Formação de Actores, frequenta actualmente o Mestrado em Comunicação e Artes, na Universidade Nova de Lisboa. Iniciou a sua formação na Escola Superior de Teatro e Cinema em 1999. Em 2000 ingressa na escola Estudis de Teatre, Barcelona, em Teatro do Gesto. Em 2001 forma-se em Teatro do Gesto na Kíklos-Scuola Internazionale di Creazione Teatrale, na cidade italiana de Pádua.

Tem o CAP de Formadora.

Fez cursos e workshops, com Giovanni Fusetti (Clown), Christophe Marchand (Commedia dell´Arte), Norman Taylor (Pantomima), Sofia Neuparth (Dança Contemporânea), Marcelo Katz (Clown) e Mario Gonzalez (Máscaras)entre outros. Em 2011 participou no Seminário L´Arte della Maschera, ministrado por Donato Sartori, no Centro di Maschere e Strutture Gestuali, Abano Terme, Itália, como bolseira da fundação GDA.

No presente ano é Monitora no Serviço Educativo do CAM, da Fundação Calouste Gulbenkian. Em 2011 foi para o Brasil, Belo Horizonte, para participar como actriz no projecto de máscaras, “Naquele Bairro Encantado”, com direcção de Rogério Lopes e ao abrigo do Programa Inovart. Pela CASEAR, é actriz no espectáculo “Bi e Dão”, encenado por Ana Sofia Paiva. Com a Associação Teatro em Branco e Escena Subterranea, participa nos espectáculos “Flor de Um Dia”,“Visitantes”, “A Boda”, “Escrita a mão”, entre 2005 e 2011.Entre 2004 e 2007 fez parte da Companhia Bica Teatro, de Sintra fazendo espectáculos em território nacional, Brasil e Venezuela.

Como encenadora estreia-se em 2003 com o espectáculo “Eu, tu Ele, Nós, Vós, Eles!”, de Sérgio Godinho e em 2005 dirige “Quem Não Trabuca Não Manduca!”, de Luísa Ducla Soares, com uma carreira no Teatro da Trindade e no Festival de Teatro de Occidente, na Venezuela. Em 2007 encena “Aniñando”-, um espectáculo de máscaras, em cena desde 2007 em Festivais nacionais e em Espanha. Em 2009 encena para a Companhia Baal17, de Serpa, o espectáculo original “Papões” (2009) e “Muito Ajuda o que não Atrapalha (2012)e para a Companhia do Chapitô, “História de Quem Perde a Sombra”. Em 2009 funda a Associação CASEAR, um grupo que encena e pesquisa a partir das técnicas de máscara, gesto, marionetas.Em 2013 encena “Entre Laços”.

Desde 2003 até ao presente, é professora de Teatro do Gesto e Teatro de Máscaras, na Inimpetus e no Espaço Evoé. No ano lectivo de 2007/2008 ministrou a cadeira de Pantomima, da Licenciatura em Artes Performativas, na Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa (ESTAL). Durante o ano lectivo de 2009/2010 leccionou Técnica da Máscara na Licenciatura em Teatro da Universidade de Évora.

Anúncios